Comunidade Evangélica Luterana "Cristo"

Endereço: Rua Lincoln Byrro, 1520, Bairro São Paulo - Gov. Valadares, MG - Cep.: 35030-280;
Tel.:(33) 3021-6056;
E-mail: celcgv@gmail.com - Pastor Jadir Carlos Mundt
CULTOS AOS DOMINGOS ÀS 9H

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Reflexão da Semana: Reforma Luterana 494 Anos


Comunidade Evangélica Luterana “Cristo”
Governador Valadares – MG – 3221 3377
INFORmaisCRISTO


  494 Anos Da Reforma Protestante 1517 – 2011
Textos Bíblicos: Sl 46; Ap 14.6-7; Rm 3.19-28; Jo 8.31-36

Reflexão da Semana
Martinho Lutero nasceu em Eisleben, Alemanha no dia 10 de novembro de 1483. Filho de João e Margareta. Aos 18 anos foi para Erfurt estudar direito, conforme vontade de seu pai, onde teve contato com a Bíblia pela primeira vez. Entendia que Deus não se agradava com suas atitudes, fato que o leva a tornar-se monge em 1507. Tinha também a ideia de que receberia o perdão de Deus se fizesse coisas boas. Aos 25 anos Lutero foi convidado a ser professor da Faculdade, lecionando Filosofia e Bíblia. Onde aprendeu que Deus perdoa porque ama e não por causa das coisas boas que fazemos.  Ao mesmo tempo que Lutero compreendia o amor de Deus, em Roma, o Papa Leão X queria terminar a Basílica de São Pedro. Para isso, autorizou que os Padres vendessem as indulgências, e teve um padre muito dedicado a esta causa: João Tetzel, que fazia promessas absurdas. Tendo convicção do perdão que vem do amor de Deus, compilou as 95 teses e as pregou na porta da Igreja de Wittemberg em 31 de outubro de 1517. O papado pressionou Lutero a retratar-se. Porém, respondeu que só faria isso se fosse convencido pela Bíblia que estava errado. Assim aconteceu a Reforma, que é para todos nós uma Bênção, pois podemos agradecer a Deus pelo perdão que nos é concedido gratuitamente unicamente através da fé em Jesus Cristo.

Pr. Reginaldo Veloso Jacob (Ipatinga, MG).

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Reflexão da Semana


Saber que o SENHOR é Deus.
GoVal 16/10/2011
Régis Duarte Müller
18° Dom Após Pentecostes – 16/10 a 21/10/2011

Textos Bíblicos: Sl 96.1-9(10-13); Isaías 45.1-7; 1 Tesalonisenses 1.1-10; Mt 22.15-22

Nós vivemos em um país extremamente supersticioso. Muitas pessoas se apegam a objetos e colocam neles a fé como se aquilo fosse trazer alguma sorte, proteção, etc. É comum encontrarmos em portas ferraduras de cavalo, pessoas com chaveiro de pé de coelho ou figa. Sem falar que ao virar um novo ano a comida escolhida é lentilha e carne de porco, pois traz sorte. Além de todas estas crendices mundanas, vemos que até igrejas exploram essa necessidade das pessoas em ter algo ‘tocável’ para dirigir a fé. Por isso, adoram a imagens, e ainda acreditam veementemente que bebendo a água que ficou em cima da TV enquanto o pastor orava vai trazer proteção e livrar de enfermidades e problemas. Além disso, acreditam em pequenos ‘amuletos’ como a “chave do céu”, a “corneta santa”, “Pedrinhas da terra santa”, etc. Todas estas coisas não podem trazer sorte, alegria, proteção, saúde, pois não tem poder. Além do mais, é pecado. Deus detesta esse tipo de coisa e ficamos sob sua ira. Quando o assunto é fé, fidelidade, confiança, Deus pede exclusividade. Basta saber que o SENHOR é Deus e confiar nele acima de todas as coisas. Pois ele sim pode nos dar fé, proteção, bens e tudo que precisamos para viver, e ainda mais, seu principal objetivo é nos livrar da morte eterna. Quem acredita em coisas fora de Deus está sob sua ira, mas que crê nele somente tem Deus a seu favor e recebe todo seu amor, fidelidade, bondade, misericórdia, compaixão, etc. Portanto, mesmo sem poder tocar ou ver a Deus, basta saber que o SENHOR é Deus e acreditar nele de todo coração. Deus estará ao seu lado e vai ajudar em toda e qualquer situação.
Senhor Deus, dá-me mais fé e esperança na vida eterna através de Jesus Cristo. Faça com que a tua Santa Palavra seja anunciada entre os povos para que reconheçam que somente tu és o SENHOR, que além de ti não há outro. Amém.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Artigo Pastor Ismar Pinz

Obesidade Espiritual

Basta passar por uma banca e dar uma olhada para as capas de revistas para notar que a maioria estampa em letras bem visíveis soluções para o problema da obesidade. As revistas são vendidas aos milhares, sinal de que a obesidade é um problema real.
Duas das principais razões do excesso de peso são: a má alimentação e a falta de exercícios.
Do ponto de vista espiritual, será que existe obesidade? Creio que sim. E uma das causas também é a má alimentação. Tem muita gente comendo porcaria espiritual por aí! Tem muita gente criando “igrejas” e servindo a mesa com algodão doce, negrinhos e outros docinhos. Tudo muito atrativo, mas pouco nutritivo.
Um outro grande e destacável problema é a falta de exercícios espirituais!
Ao saber que a Palavra de Deus é o alimento vivo e espiritual, preocupamo-nos em que as pessoas se alimentem, afinal, saco vazio não pára em pé. Porém há outra preocupação, quando notamos que existem pessoas que comem, comem, comem, mas não praticam (Tg 1.22). Falta o exercício e por isso sobra uma gordura pouco saudável. O apóstolo Paulo aconselha exercícios espirituais. Ele diz que os exercícios físicos são bons, mas excelentes e necessários são os exercícios espirituais, que são feitos não com flexões, mas sim com reflexões profundas, meditações na Palavra, introspecções, orações e a práticas de boas ações motivadas pelo amor (1 Tm 4.7-8).
Mas os exercícios nem sempre são tão fáceis e atrativos. A grande maioria prefere uma fórmula mágica! Uma pílula que resolva tudo. Dias atrás, medicamentos usados contra a obesidade física foram proibidos. Outros passaram por forte controle de segurança, por causa dos efeitos no sistema nervoso central, que afetam diretamente o coração.
Espiritualmente acontece o mesmo. São oferecidas fórmulas mágicas: passes, sessões, descarregos, orações, seguidas obviamente, de dízimos e ofertas. Assim se oferece “medicamentos espirituais” que auxiliam num primeiro momento, mas não mudam os hábitos e por isso acabam igualmente afetando o sistema nervoso central, ou espiritualmente falando, o próprio coração; pois estão recheados de sabedoria humana e não divina.
O mais aconselhável física e espiritualmente, continua sendo o exercício. Dentre todos os exercícios possíveis o mais saudável é a corrida, corrida para os braços graciosos de Jesus, em todo e qualquer momento. O jeito é correr e pela graça de Deus, entrar em forma e passar pela porta estreita do Reino do Céu (Mt 7.13).
Pastor Ismar L. Pinz
Comunidade Cristo Redentor – Avenida Assis Brasil, 350

domingo, 2 de outubro de 2011

Reflexão da Semana


Comunidade Evangélica Luterana “Cristo”
Governador Valadares – MG – 3221 3377
INFORmaisCRISTO

                                            


16° Dom Após Pentecostes – 02/10 a 08/10/2011
Textos Bíblicos: Sl 80.7-19; Is 5.1-7; Fp 3.4b-14; Mt 21.33-46
Reflexão
Tema: Avance para a Linha de Chegada
Quando criança, um brinquedo muito usado era o de tabuleiro. Aquele que pulamos e voltamos casas. Ele era muito divertido, mas às vezes alguém ficava brabo e desistia, porque tinha que voltar pro início do jogo. Assim também, nós ‘jogamos’ em busca da salvação. Durante o dia os pecados nos fazem voltar casas, até mesmo para o início do jogo. Talvez muitos são tentados  a desistir da partida. O Apóstolo Paulo (Filipenses 3.4b-14), também compara a busca da Vida Eterna. Compara a uma corrida, na qual buscamos a vitória. Ele sabe que na verdade o jogo já está ganho por Jesus Cristo, mas é preciso permanecer fiel para não ser desqualificado. Dessa forma, aquele que permanece fiel a Deus e busca viver uma vida digna encontra em Cristo o ‘curinga’, pois aquele que tem a Cristo avança direto para a linha de chegada. Pois é através dele, e somente pela fé nele que chegamos à linha de chegada.
Régis Duarte Müller