Comunidade Evangélica Luterana "Cristo"

Endereço: Rua Lincoln Byrro, 1520, Bairro São Paulo - Gov. Valadares, MG - Cep.: 35030-280;
Tel.:(33) 3021-6056;
E-mail: celcgv@gmail.com - Pastor Jadir Carlos Mundt
CULTOS AOS DOMINGOS ÀS 9H

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Examinai as Escrituras!

Tema: Examinai as Escrituras!
GoVal/Conselheiro Pena 18/08/2013
Régis Duarte Müller
13° Dom Ap Pentecostes – 18/08 a 25/08/2013
      
Textos Bíblicos: Salmo 119.81-88; Jeremias 23.16-29; Hebreus 11.17-31(32-40)12.1-3; Lucas 12.49-53(54-56)

Você é uma pessoa que procura conferir o troco na saída do banco ou do mercado? Confere como está sendo o resultado do seu trabalho? Se a febre do filho está baixando? Enfim, você tem costume de conferir as coisas? Já conferiu o que o pastor diz, se é verdade
ou invenção? Se é a Palavra de Deus que está sendo anunciada ou se é a simples palavra humana? Talvez você pense... Ah! Mas é o pastor que está falando, então é isso mesmo! Será?
Na história do povo de Deus, muitas vezes as pessoas foram enganadas por seus profetas e pastores. O motivo, bem simples, iludindo as pessoas com falsas esperanças a respeito de coisas na terra, e até mesmo, a respeito da salvação.
Na bíblia são muitos os relatos a este respeito. Paulo enfrentou isso em Gálatas, onde estava sendo pregada uma falsa doutrina. Esta falsa doutrina era relacionada com as obras, ou seja, que a salvação não é por graça, mas pelas próprias obras praticadas (Gl 1.6). Paulo também enfrentou problemas na Igreja de Colossenses, onde os falsos mestres diziam que seres espirituais controlavam o Universo, e não Cristo, como afirma a Palavra de Deus (Cl 1.16). E, ainda, quando escreve a Timóteo, o jovem pastor, Paulo chama sua atenção sobre os falsos pastores que estão promovendo enganação. Entre os falsos ensinos que Timóteo enfrentava, estavam a proibição de certos alimentos e que era errado casar (1Tm 1.3, 4.3-5).
Esses relatos são do Novo Testamento, mas o Antigo Testamento também nos mostra coisas muito parecidas. O Texto bíblico de Jeremias (23.16-29) chama atenção sobre os falsos ensinos dos profetas.
Os profetas tinham uma grande ligação com as autoridades do governo, com o palácio e com o Rei. Muitas vezes esse relacionamento causava o desvirtuamento dos profetas, fazendo-os perder o verdadeiro sentido de ser um profeta de Deus, como vemos no versículo 11: “O SENHOR diz: “os profetas e os sacerdotes não querem saber de mim; eu os peguei fazendo o mal no próprio Templo”” e, também, o versículo 13: “Eu vi o pecado dos profetas de Samaria: Eles anunciaram mensagens em nome do deus Baal e desviaram Israel, o meu povo”.
Por causa disso, por causa dos falsos ensinos dos profetas, Deus fala ao povo através de Jeremias (v.16-17): “O SENHOR Todo-Poderoso diz ao povo de Jerusalém: - Não escutem o que os profetas dizem, pois eles estão iludindo vocês com falsas esperanças. Dizem coisas que eles mesmos inventam e não aquilo que eu falei. Eles continuam dizendo aos que desprezam a minha mensagem: “tudo irá bem.” E dizem aos teimosos: “A desgraça não cairá sobre vocês.””.
O ensino destes profetas é baseado na ‘política da boa vizinhança’, ser educado, não
ir contra seus pensamentos e manter um bom relacionamento. Porém, com esta atitude, estão ensinando coisas erradas e desagradando a Deus.
Jeremias é claro ao anunciar a Palavra de Deus, demonstrando que Deus não deixará impunes as mentiras anunciadas em nome de Deus.
Em nossos dias existem muitos falsos profetas, que ludibriam o povo, iludindo-os com falsas esperanças. Fazem grandes promessas, e são capazes de criticar até mesmo o próprio Deus.
Ouvir o que dizem, e não examinar as Escrituras pode trazer resultados muito tristes para nossa vida. As causas de uma fé abalada podem ser irreversíveis. Entre elas: acreditar nas mentiras anunciadas; desconfiar de pastores e instituições religiosas sérias; e o problema mais sério: A perda da fé.
Mas Deus avisa: “A minha mensagem é como fogo, é como a marreta que quebra grandes pedras. Sou eu, o SENHOR, quem está falando. Eu sou contra esses profetas que
roubam as palavras uns dos outros e as anunciam como se fossem a minha mensagem. Também sou contra esses profetas que falam as suas próprias palavras e afirmam que elas vieram de mim. Escutem o que eu, o SENHOR, estou dizendo! Sou contra os profetas que contam sonhos cheios de mentiras. Eles contam esses sonhos e se gabando, fazem o meu povo errar. Eu não os enviei, nem os mandei ir, e eles não ajudam o meu povo em nada. Eu, o SENHOR, estou falando” (v.29-32).
De fato, a Palavra de Deus é fundamental para o povo, e por isso, acaba sendo alvo de maus elementos. Contudo, a Verdadeira Palavra de Deus continua sendo anunciada. E por mais que sejam anunciadas promessas para esta vida: libertação, prosperidade... Nossa esperança continuará em Deus, O SENHOR, e não nas coisas deste mundo, as quais são passageiras.
Mas, ainda assim, a possibilidade de cairmos em seus ensinos é muito grande. Jeremias quer nos alertar contra os falsos profetas e nos fazer assegurar a fé em Deus, de modo que somente mirando em Cristo será possível alcançar a vida eterna. A qual não é ilusão, pois nunca perde seu valor. E, o ‘batismo’ de Cristo, seu sofrimento vicário, atestam sobre uma paz que nunca será alcançada neste mundo de dissoluções e intrigas.
O amor de Deus continua alcançando corações quebrantados, consolando e confortando os sofredores. “Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que
qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o intimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas” (Hb 4.12).
É uma grande bênção podermos ler, ouvir examinar a Palavra de Deus, por isso devemos dar graças a Ele. Mas, também, precisamos aprender a manusear nosso livro Sagrado. Aprender a Examinar as falas dos pastores e confirmar seus ensinos. Precisamos aprender a conferir a palavra anunciada para não sermos surpreendidos com ensinos equivocados e infrutíferos.
Sendo assim, peçamos ao Pai do céu que nos ilumine com sua Palavra que é viva e poderosa, a fim de examinarmos, conferirmos as escrituras e alcançarmos, por sua graça, a vida eterna.
Que a graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós. Amém.


Nenhum comentário: